Percorremos drivein’s e motéis de terceira
fizemos amor no quintal de sua casa
em pé, na varanda, atrás das portas
sob o signo devasso, desvairado.

Vivemos o prazer cruel da infidelidade
a aventura noturna dos bares
bebendo ávidos na madrugada
gotas e gotas da vida. 

Havia necessidade violenta
agressiva, fome talvez
havia desejo e juventude
era sempre a última noite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s