O cinema de John Ford

Lefty Hough – gerente de produção: Ford tinha uma coisa que nenhum diretor tem hoje. Ford nunca mexeu uma câmera, porque a câmera se torna um quinto personagem. Ele falou sobre isso: “Faço os atores trabalharem para a câmera, quero fazê-los se perder na história, quero fazer a plateia se perder na história. Não quero que a plateia tenha consciência da câmera.” Todos os filmes de Ford não têm ritmo, são muito lentos, lentos demais. Ele muitas vezes foi criticado por isso por todos, por mim. Porque não movimenta um pouco? “Cuidem de suas vidas, era o que ele dizia.” 

Robert Parrish, montador estava trabalhando em uma sequência de As vinhas da ira quando Ford entrou e perguntou: “Está com problemas”. Robert disse: “Estou trabalhando em uma sequência”, eram 10 horas da noite. Ford então disse: “Se está com problemas, está fazendo errado. As coisas que filmo, é só contar a ponta, roda até eu dizer corta, volta até antes de eu dizer corta e coloque isso no filme, porque não filmo nada que não queira no filme.” 

– Olhe, Sr. Ford, o que podemos filmar aqui? – pergunta um colaborador a John Ford, se queixando das péssimas condições do tempo quando eles tentavam rodar um filme no deserto. Resposta de Ford: – O que podemos filmar? A coisa mais interessante e empolgante que existe no mundo, um rosto humano.

Pergunta de Peter Bogdanovich: “Sr. Ford, o senhor dirigiu o filme Três homens maus. Tem uma cena impressionante de uma corrida por terra. Como filmou?” Responsta de John Ford: “Com uma câmera.”

John Ford realizou mais de duzentos filmes e gostava de se apresentar desta forma: “Meu nome é John Ford e faço faroestes.” É o único da história do cinema com quatro Oscars de melhor diretor (nenhum por faroeste). É um mito do cinema, um dos maiores de todos os tempos, referência. A seguir, algumas frases de Ford sobre o cinema.

“Bem, de fato não existe um bom roteiro, os roteiros são diálogos, e eu não gosto de muita conversa. Tentei sempre transmitir as minhas ideias visualmente.”

“Oh, D. W. Griffith influenciou-nos a todos. Se não fosse Griffith, provavelmente ainda estaríamos na fase infantil do cinema.”

“Quando um filme é bom, tem muita ação e pouco diálogo. Quando conta a sua história e revela as personagens numa série de imagens simples, bonitas e ativas, e o faz com o mínimo de diálogo possível, então o meio do cinema está sendo usado no seu melhor.”

“Não faria um western nos cenários dos estúdios. Penso que podemos dizer que a verdadeira estrela dos meus westerns foi sempre a paisagem.”

“Qualquer pessoa pode realizar um filme, desde que saiba o essencial. Realizar não é um mistério, não é uma arte. O principal em relação à realização é: fotografar os olhos das pessoas.”

Para completar, dois trechos sobre o estilo John Ford de fazer cinema.

Ford aperfeiçoou um método de fazer filmes que faziam a indústria cinematográfica parecer o mais simples possível. Essencialmente, Ford concebia o filme todo na sua cabeça e filmava-o de forma a coincidir com o que tinha pensado. Decidia previamente como deveria sair cada cena, quais deveriam ser filmadas num plano médio e quais em grande plano, e filmava de forma a que só pudessem ser cortadas como ele queria. Ele não filmava a cena completa e depois a mesma cena em grandes planos, mas filmava a parte geral e depois os grandes planos que pretendia usar.

Nas filmagens de “Shirley, soldado da Índia” (1937).

Durante as filmagens deste filme com Shirley Temple nas montanhas de Santa Mônica, um executivo visitou o cenário e disse que John Ford estava atrasado no prazo. “Quantas páginas” – perguntou Ford. Disseram-lhe que eram quatro páginas do roteiro. Ford contou cuidadosamente, uma, duas, três, quatro páginas, arrancou-as, entregou-as ao homem e disse, “Já estamos dentro do prazo. Agora desapareça.” E nunca filmou essas páginas.

Referência: John Ford. A filmografia completa. Scott Eyman e Paul Duncan (editores). Lisboa: Taschen, 2005.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s