O cinema, por François Truffaut

A bem da verdade, a imagem hitchcockiana do filme, que seria comparável a um trajeto de trem, é provavelmente a mais correta: as cenas se prendem umas às outras como vagões, a história avança sobre os trilhos, o público-viajante não abandona o trem, deixa-se transportar do ponto de partida à chegada, atravessando paisagens que são emoções.

Hitchcock, desde o início de sua carreira, compreendeu que, se lemos um jornal com os olhos e a cabeça, e um romance com os olhos e o coração batendo, um filme deve ser visto como se lê um romance.

Roberto me ensinou que o tema de um filme vem, em primeiro lugar, da originalidade da equipe, que um bom roteiro não deve ultrapassar doze páginas, que é preciso filmar as crianças com mais respeito que qualquer outra coisa, que a câmera não tem mais importância que um garfo e que devemos poder nos dizer antes de cada filmagem: “Ou faço este filme ou eu morro”.

Nos filmes habituais de Hollywood, o roteiro é um material literário que se lê como uma peça de teatro e que só espera a chegada de um diretor para se tornar um filme, ou, mais exatamente, o que Hitchcock chama, com justificado desdém, de ‘fotografia de pessoas falando’. Aqui, em Kane, temos um filme em que as vozes contam tanto quanto as palavras, um diálogo que deixa todos os personagens falarem ao mesmo tempo como instrumentos de uma partitura, com frases inacabadas como na vida. Esse procedimento anti tradicional, e por sinal pouco imitado desde então, pois difícil de dominar totalmente, culmina na cena do ‘núcleo do amor’, que opõe as duas atrizes do filme, a mulher e a amante, o político Jim Gettys e o próprio Kane. 

Johnny Guitar foi lançado nos EUA e recebeu críticas terríveis, mas François Truffaut escreveu: 

“Qualquer um que o rejeite não deveria voltar ao cinema. Tais pessoas nunca reconhecerão inspiração, uma cena, uma ideia, um bom filme ou mesmo o cinema em si.”

Referência: O prazer dos olhos. François Truffaut. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s